educação

PORQUE ADOLESCENTES NÃO DESEJAM A APROVAÇÃO DOS PAIS

Publicado em: 1/12/2020

Carl E. Pickhardt, Ph.D. Psychology Today – EUA

 

QUANDO O ORGULHO DO PAI OU DA MÃE PELOS FILHOS ADOLESCENTES PODE SER NEGATIVO E ATÉ PERIGOSO

shutterstock_18419413121_

É estranho escrever em um blog sobre “aprovação dos pais”, mas eu vi essa essa questão sendo conduzida de forma inadequada trazer efeitos prejudiciais. O que está em questão é a declaração: “Estou orgulhoso de você!”
Na maioria das vezes, essa expressão adulta é bem intencionada e recebida como um elogio direto e isso funciona bem – mas às vezes não. Já o que costumava agradar a criança, por exemplo, pode levar o adolescente a dizer: “Pare de falar isso!”
Por que um elogio tradicional dos pais agora ofenderia? Vamos começar.

Orgulho dos pais na infância

A infância começa com uma declaração de equivalência: pai = filho. “Estamos principalmente ligados. Estamos ligados pelo amor. Estamos intimamente conectados. Precisamos um do outro para nos sentirmos inteiros. Somos um com o outro.”. Manter a proximidade e compartilhar coisas em comum agora é a regra.
Para uma criança pequena, agradar os pais é muito importante. Ela ou ele se enche de prazer ao receber sua admiração: “Estamos tão orgulhosos de você!” A criança pensa: “Estou muito orgulhosa de ter meus pais orgulhosos de mim!” Agradar os responsáveis nessa idade parece, em última análise, uma afirmação. Em resposta ao orgulho dos pais, a criança pode sentir aprovação de si mesma.

Orgulho dos pais na adolescência

Embora o adolescente ainda queira agradar à mamãe e ao papai; em uma idade mais destacada e diferenciadora, suas declarações de orgulho parental podem se tornar mais difíceis de aceitar. Por que isso pode ser assim?
A adolescência começa com uma declaração de separação: pais // adolescente. “Estamos nos distanciando, somos diferentes uns dos outros, faço minhas próprias escolhas e cada vez mais preciso encontrar meu próprio caminho.” Expressar individualidade e afirmar independência agora é a regra.
No extremo da rebelião, pode haver um adolescente que orgulhosamente desdenha o orgulho dos pais. “Eu não sou mais seu pequeno prazer! Eu vou me agradar! Estou separado de você, sou diferente de você. E se você não gosta de como estou agindo, devo estar fazendo algo certo, porque vou ser eu mesmo, não o que você quer! “
Em resposta a uma declaração de orgulho, este adolescente pode sentir que sua realização pessoal foi cooptada por seus pais. Como assim?

Objeção ao orgulho dos pais

O adolescente ainda pode valorizar sua aprovação, mas não quando expressa como orgulho dos pais.

“Quando você diz que está orgulhoso de mim:

• Você está me valorizando com base em como eu faço,

• Você está satisfeito por eu estar agindo como você deseja,

• Você espera que eu continue indo bem,

• Você elogia sua paternidade quando me elogia,

• Você mede o seu desempenho por conta própria,

• Você quer fazer minha conquista sua,

• Você depende de mim para sustentar sua reputação,

• Você realmente me elogia para elogiar você,

• Você age com orgulho de mim para se sentir orgulhoso de si mesmo.”

Sentindo qualquer uma dessas formas, as declarações de orgulho parental podem ser exploradoras, como um roubo de crédito, ofensivas para alguns adolescentes, expressando um tipo de vaidade parental que causa ressentimento. “Meus esforços são sobre mim, não sobre você!”

Uma alternativa para “Estou orgulhoso de você”

Nesses casos, ao escolher elogiar o desempenho de seu filho adolescente, fique do lado seguro. Em vez de declarar “Estamos orgulhosos de você!” ou “Você nos deixou orgulhosos!”, ambos podem ser interpretados como interesse próprio, mantenha o crédito e os parabéns onde eles pertencem, simplesmente dizendo: “Bom para você!”
Além disso, em vez de expressar admiração ou aprovação global, os pais podem identificar o que o adolescente fez particularmente que os impressionou: “Você não perdia a calma em uma situação de pressão. Em vez disso, você manteve sua concentração, o que é muito difícil de fazer!” Já a partir da valorização parental, o adolescente tem motivos específicos para se valorizar e se estimar.

Cuidado ao comunicar a perda de orgulho

Finalmente, os pais devem se lembrar que só porque eles têm um adolescente que fica ofendido com declarações de orgulho parental, isso não significa que ele ou ela ainda não queira brilhar aos olhos de seus pais. É parte da contradição de gerenciar essa emoção complicada.
Portanto, cuidado ao comunicar a perda do orgulho. Essas declarações ofensivas podem incluir:

• “Você realmente nos decepcionou,”

• “Você nos decepcionou,”

• “Você nos envergonhou”,

• “Temos vergonha de você”,

• “Nós desistimos de você.”

Essas declarações podem devastar um adolescente quando são entendidas como significando não apenas uma perda de valorização, mas uma perda de posição amorosa aos olhos dos pais: “Meus pais nunca mais pensarão bem de mim!”
Portanto, talvez mais importante do que ter orgulho dos filhos é sentir-se grato por eles. Os pais podem comunicar isso simplesmente dizendo: “Obrigado por ser quem você é.”

 

 

Comentários

Powered by Facebook Comments