motor

MONTADORAS PARAM, MAS TRABALHAM CADA VEZ MAIS NO COMBATE A COVID-19

Publicado em: 17/04/2020

Carlos Abeleira

MONTADORAS DO BRASIL TRABALHAM REPARANDO RESPIRADORES, PRODUZINDO MÁSCARAS, OU DISPONIBILIZANDO VEÍCULOS PARA A ÁREA DA SAÚDE. NO MUNDO AFORA TAMBÉM. A LAND ROVER ENTREGARÁ DEZENAS DE NOVOS DEFENDERS EM VÁRIOS PAÍSES PARA A CRUZ VERMELHA, A FORD, NOS EUA, FABRICA RESPIRADORES E A LAMBORGHINI, NA ITÁLIA, MÁSCARAS.

03042020-foto-leo-lara-013

Segundo estimativas, existem no Brasil 5.000 respiradores que precisam de reparos. São equipamentos que custam em média R$ 15.000 e até mesmo a polícia tem se empenhado em encontrar esses aparelhos. A maioria das montadoras de automóveis está colocando seu pessoal, em geral da área de eletrônica, nesse serviço. A GM foi a primeira a anunciar a participação e prometeu reparar todos os aparelhos do tipo. A Honda já recebeu cerca de 20 respiradores para conserto e destacou 30 funcionários para a tarefa. A Scania, a Ford – por meio de sua divisão de caminhões – e a Toyota também estarão igualmente empenhadas na tarefa. A Renault vai atuar em parceria com o SENAI de Maringá para uma triagem nos aparelhos. A FCA, dona das marcas Fiat e Jeep, anunciou apoio na criação de dois hospitais de campanha, além da participação no conserto de respiradores, a produção de protetores faciais e a doação de máscaras e álcool gel. A Mercedes, em parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia e profissionais de áreas médicas, está desenvolvendo respiradores.

masksb9

A Ford ainda vai produzir pelo menos 50 mil protetores faciais em uma fábrica do Brasil e outra na Argentina. A Hyundai colocará mil carros à disposição de idosos e profissionais da saúde e produzirá cerca de 100 protetores faciais. A PSA, que tem as marcas Peugeot e Citroën, produzirá protetores faciais. A empresa ainda se comprometeu a consertar 11 ambulâncias e realizar a manutenção de mais 23 viaturas do Corpo de Bombeiros do Estado do Paraná que atualmente estão quebradas. A Toyota doará 4 unidades da Hilux, convertidas para ambulância, além de 30 mil frascos de álcool em gel para o governo do Estado de São Paulo. A Volks doará 2 mil máscaras do tipo PFF-2 e emprestará 100 veículos para cidades em que suas fábricas estão localizadas e para o governo do estado de São Paulo.

As montadoras estão se envolvendo também mundo afora, a Land Rover doou um lote de 57 Defenders para a Cruz Vermelha inglesa e outros lotes para a Espanha, França, África do Sul e Austrália. Suplementarmente a Jaguar Land Rover também está disponibilizando ao Reino Unido sua experiência em pesquisa, engenharia e inteligência artificial, além de doar equipamentos de proteção a vários hospitais em todo o país. A Ford dos EUA anunciou que produzirá 50.000 respiradores – em colaboração com a GE Healthcare – dentro de 100 dias e depois disto, até 30.000 por mês. Na Itália, a Lamborghini anunciou que está convertendo partes de sua fábrica em linha de montagem para construir máscaras cirúrgicas e escudos protetores de plexiglás.

Comentários

Powered by Facebook Comments