motor

O HYUNDAI A HIDROGÊNIO PODERÁ CHEGAR A 200 MIL UNIDADES/ANO EM 2025

Publicado em: 23/10/2019

Carlos Abeleira

 

Hoje, o nexo premium se, na coreia, já custa apenas 35 mil dólares com os subsídios.O futuro chegou.

NEXO-Exterior-5

O NEXO PREMIUM SE, o carro de passeio movido a hidrogênio de segunda geração da HYUNDAI, foi lançado no ano passado, com planos de vender cerca de 1500 carros em 2019. No entanto, somente na Coréia, foram encomendados 5500 carros, tendo que ser cortada cotas para os EUA e Europa. O resultado foi o anuncio da Hyundai aumentando o investimento de sua capacidade de produção de veículos a hidrogênio para 40.000 por ano. Embora esses números permaneçam pequenos em termos globais de produção de automóveis, e até mesmo comparados aos números de produção com bateria elétrica, Dr. Sae-Hoon Kim, o responsável pela produção dos carros a hidrogênio da montadora, revelou a imprensa internacional especializada que a linha de montagem chegará em 5 anos a 200.000 unidades/ano tronando-se comercialmente viável.

Hyundai Nexo

Este é mais um exemplo, do assombroso dinamismo do mercado automobilístico que há pouco tempo atrás questionava a tecnologia do combustível a hidrogênio.
O Nexo Premium SE, a hidrogênio foi construído do zero, é um veículo diferente, uma plataforma única, sob medida para montagem de uma motorização deste combustível despoluidor.

NEXO-Interior-2

O design exterior também é personalizado e o interior é incrivelmente sofisticado, uma vitrine de alta tecnologia. O Nexo tem o potencial para a condução autônoma de nível quatro, principalmente para uso na rodovia. Chega a 161 bhp, Torque de 291lb ft atingindo 100 km/h em 9.6 segundos

Hyundai-Nexo-Engine
Possui apenas um modelo, o Premium SE, enquadrado no segmento de luxo; com assentos aquecidos e ventilados; um conjunto completo de infotainment, com navegação por satélite, rádio DAB, Apple CarPlay e Android A.
Seu preço no Reino Unido está £ 65,995 incluindo subsídio do governo, e na Coreia pode ser comprado com subsídio ainda maior, por apenas 35 mil dólares.

Comentários

Powered by Facebook Comments