motor

LANÇADO O BUGATTI MAIS VELOZ QUE O CHIRON

Publicado em: 13/09/2019

Carlos Abeleira

TRATA-SE DO COMEMORATIVO CENTODIECI, COM 1600 CV CUSTA R$ 35 MILHÕES E TODOS JÁ FORAM VENDIDOS.

bugatti-centodieci_2

Para resgatar o Bugatti EB110, um dos ícones superesportivos mundiais, é lançado o Bugatti Centodieci, mais uma comemoração dos 110 anos da marca francesa, hoje propriedade da Volks.
O icônico superesportivo Bugatti EB110 foi lançado em 1991 quando o fundador da marca, Ettori Bugatti, completaria 110 anos e fez uma história de desempenho espetacular.

bugatti-centodieci_3

O Centodieci pode ser baseado no Chiron, mas é uma clara homenagem visual aos antepassados dos anos noventa. O Centodieci mais leve que o Chiron, graças ao uso ainda mais extensivo de materiais superleves e ainda mais veloz.
Embora dificilmente seja um carro de produção continuada, o Centodieci evoca o EB110, da década de noventa, por meio de um tratamento inteligente de faróis e pela grade em ferradura. A linha ousada em arco do Chiron é substituída por cinco entradas de ar redondas em formato de diamante que fazem referência ao antigo EB110. A extremidade traseira do novo carro é espetacular, tanto em termos de design quanto em esforços para otimizar o resfriamento e a aerodinâmica. A Bugatti utiliza um elemento de luz na traseira que mantém uma conexão visual com o original e ainda contempla uma enorme entrada para resfriamento que um motor desse tamanho precisa para operar. Os tubos de escape ficam um em cima um do outro e têm acabamento em preto fosco anodizado finalizando a traseira parruda. Há uma asa traseira maciça e ajustável mecanicamente que obviamente melhora a força descendente, mas também conecta o novo carro ao EB110 Super Sport .

bugatti-centodieci_5
O Centodieci conseguiu, ainda, ser 20kg mais leve que um Chiron. E o seu poderoso 8.0-litro com quatro turbos produz 1.578 cv, 100 cv a mais que o Chiron. Atinge 100km/h em apenas 2,4 segundos, 6,1 s para chegar aos 200 km/h e 13,1 s para atingir os 300 km/h. A velocidade não ultrapassa 380 km/h por que é limitada eletronicamente.
O Hipercarro é uma série especial e terá apenas 10 unidades produzidas, cada uma delas custa mais de R$ 35 milhões, a serem entregues duas por ano, a partir de 2020. Mas, pasmem, todos já foram vendidos.

Comentários

Powered by Facebook Comments