saúde

PESQUISA: APENAS OLHAR ÁREAS VERDES REDUZ O ESTRESSE E DESEJOS TÓXICOS

Publicado em: 19/08/2019

Maria Cohut – MNT – Medical News Today – Inglaterra – Checagem de conteúdo por Isabel Godfrey

 

Gastar tempo na natureza traz muitos benefícios para a saúde física e mental, mas um novo estudo sugere que até mesmo ver a natureza da janela do seu quarto pode ajudar a sua saúde. De acordo com este estudo, a vista da vegetação de sua casa pode reduzir os desejos insalubres.

shutterstock_1164648997

O contato com a natureza pode comprovadamente ajudar a melhorar e manter nossa saúde em dia, de acordo com pesquisas científicas.
No ano passado, por exemplo, um ensaio randomizado controlado descobriu que passar o tempo andando na natureza ajudou a diminuir os níveis de cortisol (hormônio do estresse) e melhorar significativamente o humor.
E, no início deste ano, um estudo que abordamos no Medical News Today concluiu que o acesso a espaços verdes durante toda a infância diminuía o risco de uma pessoa desenvolver problemas de saúde mental mais tarde na vida.
Agora, uma pesquisa feita por pesquisadores da University of Plymouth, no Reino Unido, sugere que a satisfação indireta adquirida pelos espaços verdes – por exemplo, ser capaz de ver as árvores no quintal da janela de seu quarto – pode ajudar a reduzir a frequência e a intensidade dos desejos com possíveis efeitos prejudiciais, como aqueles para alimentos não saudáveis, álcool ou tabaco.
A principal autora, Leanne Martin, e seus colegas, apresentam suas descobertas em um artigo de estudo publicado na revista Health & Place.
“Sabe-se há algum tempo que estar ao ar livre na natureza está ligado ao bem-estar de uma pessoa. Mas, para que haja uma associação semelhante quanto aos desejos ao apenas ver espaços verdes acrescenta uma nova dimensão à pesquisa anterior”. diz Martin, para quem a pesquisa atual fazia parte de um projeto de mestrado.
“Este é o primeiro estudo a explorar essa ideia, e pode ter uma série de envolvimentos em programas de saúde pública e proteção ambiental no futuro”, acrescenta ela.

Uma visão verde para melhorar a saúde

Para este estudo, os pesquisadores entrevistaram 149 participantes com idade entre 21 e 65 anos, perguntando se, e de que maneira, eles tinham alguma exposição à natureza. Eles também questionaram os participantes sobre a frequência e intensidade de seus desejos insalubres, bem como estes afetaram sua saúde emocional.
Como parte da pesquisa, a equipe também analisou a proporção de espaço verde presente na vizinhança de cada participante, o acesso a vista verde de sua casa e a uma horta pessoal ou comunitária, e com que frequência eles usavam espaços verdes públicos.
Martin e seus colegas descobriram que as pessoas que tinham acesso a um jardim – particular ou comunitário – relataram desejos mais infrequentes e menos intensos, e as pessoas que possuiam a vista da casa com mais de 25% de espaço verde descreveram benefícios semelhantes.

386221-PC2HQ9-138-
Os pesquisadores observam que os participantes em questão colheram esses benefícios independentemente de seu nível de atividade física, o que os pesquisadores levaram em consideração.
Segundo os autores do estudo, os resultados atuais acrescentam a um conjunto de provas que mostram que o acesso à natureza afeta positivamente os diferentes aspectos da saúde.
“O desejo contribui para uma variedade de comportamentos que prejudicam a saúde, como tabagismo, consumo excessivo e alimentação não saudável. Por sua vez, eles podem contribuir para alguns dos maiores desafios de saúde do nosso tempo, incluindo câncer, obesidade e diabetes.” Ao mostrar que a redução do desejo está relacionado a mais exposição a espaços verdes é um primeiro passo para um futuro promissor”.
Study co-author Sabine Pahl, Ph.D.
No entanto, os pesquisadores apontam que o estudo atual não verificou se a associação entre o acesso as vistas naturais e a redução de desejos é, na verdade, uma relação causal. Isso, dizem eles, deve ser o próximo passo da investigação.
“Pesquisas futuras devem investigar se e como os espaços verdes podem ser usados para ajudar as pessoas a suportar os desejos problemáticos, permitindo-lhes administrar melhor as tentativas de cessação no futuro”, diz Pahl.

Comentários

Powered by Facebook Comments