saúde

A COMBINAÇÃO DE VITAMINAS PODE PROLONGAR A SUA VIDA?

Publicado em: 25/03/2019

As vitaminas são nutrientes que, quando sintetizados ou assimilados nas quantidades certas, sustentam a nossa saúde e bem-estar. Uma nova análise sugere que um conjunto de vitaminas conhecidas e recém-categorizadas pode ajudar a prolongar a vida de uma pessoa e promover a saúde até a velhice.

 Por Maria Cohut – MNT – Medical News Today – Inglaterra – Checagem de conteúdo por Paula Field

 

vegetable-juices-1725835_960_720

A análise, publicada recentemente na revista Proceedings of National Academy of Sciences, foi conduzida pelo Dr. Bruce Ames, cientista sênior do Children’s Hospital Oakland Research Institute (CHORI) em Oakland, CA. Este trabalho analisa os resultados de numerosos estudos realizados no laboratório no CHORI do Dr. Ames, bem como aqueles realizados por pesquisadores de outras instituições.

No artigo publicado, o Dr. Ames identifica um conjunto de vitaminas, que ele chama de “vitaminas da longevidade”. Ele contextualiza a importância desses nutrientes, sugerindo que as pessoas podem classificar as proteínas (ou enzimas) que precisam para se manterem saudáveis como “proteínas dasobrevivência” ou “proteínas da longevidade”.

Embora todos esses nutrientes sejam essenciais para o bem-estar, eles desempenham papéis diferentes. O cientista explica que as “proteínas de sobrevivência” contribuem para os nossos processos básicos de sobrevivência e reprodução, enquanto as “proteínas da longevidade” desempenham um papel adicional na proteção contra danos ao corpo humano.

Quando os nutrientes são deficientes, diz o Dr. Ames, o corpo tende a favorecer a produção de “proteínas da sobrevivência”, o que pode levar a uma diminuição das “proteínas da longevidade” e, portanto, a um maior risco de doenças.

“As vitaminas da longevidade”, segundo os pesquisadores, são os nutrientes que auxiliam a função das “proteínas da longevidade”, permitindo que o corpo humano permaneça saudável e viva por um período prolongado.

 

Mais de 30 vitaminas impulsionam a longevidade

 Dr. Ames explica que esses nutrientes essenciais – que incluem vitamina K, vitamina D, ácidos graxos ômega-3, magnésio e selênio – contribuem para os processos que mantêm as células em nossos corpos saudáveis.

Esses nutrientes desempenham muitos papéis no corpo, incluindo a reparação do DNA, a manutenção da saúde cardiovascular e a prevenção de danos celulares devido ao estresse oxidativo, menciona o cientista.

“A prevenção das doenças degenerativas do envelhecimento é uma ciência diferente da cura da doença: ela envolverá especialização em metabolismo, nutrição, bioquímica e elementos de regulação genética e polimorfismos”, escreve ele.

“Essa abordagem é fundamental para a redução dos custos médicos. Estima-se que a União Européia economizaria 4 bilhões de euros apenas de osteoporose ao fazer uso da suplementação de vitamina D e cálcio”, observa o pesquisador.

Na análise atual, o Dr. Ames argumenta que 30 vitaminas e minerais essenciais, tomadas em doses adequadas, podem ajudar a prolongar a vida de uma pessoa e garantir o envelhecimento saudável.

Além disso, ele adiciona 11 compostos, que, embora não sejam atualmente classificados como “vitaminas”, o Dr. Ames integra ao conceito de “vitaminas da longevidade”, como descrito em sua análise. Essas substâncias incluem taurina, ergotioneína, pirroloquinolina quinona, quinona, luteína, zeaxantina, licopeno, alfacaroteno, betacaroteno, beta-criptoxantina e astaxantina.

 

‘Dieta é muito importante’

Estudos anteriores realizados pelo Dr. Ames e sua equipe revelaram que indivíduos com deficiências crônicas e de baixo nível de vitamina K, que é um constituinte de 16 enzimas diferentes, e o mineral selênio, que é um componente-chave de 25 enzimas, tem um risco maior de sofrer problemas de saúde, particularmente de problemas cardiovasculares.

A vitamina K é crucial para a coagulação do sangue. Quando os níveis dessa vitamina estão baixos, o corpo é incapaz de produzir enzimas suficientes para ajudar a manter as artérias limpas, permitindo que o sangue flua suavemente.

Considerando essas observações e as descobertas da análise, o Dr. Ames recomenda que as pessoas estejam mais conscientes sobre seguir uma dieta equilibrada e saudável.

“A dieta é muito importante para a nossa saúde a longo prazo, e esse quadro teórico somente reforça o que sua mãe sempre lhe disse: coma legumes e fruta, e desista de refrigerantes açucarados e de carboidratos vazios “ – Dr. Bruce Ames

No futuro, pesquisadores acreditam que os especialistas poderão identificar ainda mais “vitaminas da longevidade”.

No entanto, a descoberta desses nutrientes requer longos períodos de observação, porque sua ausência no organismo não necessariamente causa efeitos imediatos e visíveis.

Ao invés disso, o impacto das deficiências de “vitaminas da longevidade” provoca complicações no sistema de uma pessoa ao longo do tempo.

Por enquanto, como observa o Dr. Ames: “A presente análise pode ser um artigo teórico, mas espero que possa acrescentar alguns anos de vida a todos”.

Comentários

Powered by Facebook Comments