comportamento

FELICIDADE É RESULTADO DE TRABALHO PESSOAL

Publicado em: 1/12/2017

Descubra quais habilidades você deve
desenvolver para construir a sua felicidade

Tchiki Davis, Ph.D.

o_que_e_a_felicidade_3

Muitas pessoas procuram a felicidade em dezenas de artigos sobre o assunto, mas elas não chegam nem perto de alcançar aquilo que desejam. Ler sobre as práticas que aumentam a felicidade é um ótimo primeiro passo, mas uma coisa que você talvez não tenha ouvido é o seguinte:
Você pode aumentar sua felicidade ao transformar suas “fraquezas” em “forças”.
Para esta transformação, para que suas fraquezas virem pontos fortes, você precisa conhece-las e saber o passo a passo. Pense nisso: Você consertaria um aparelho sem um manual? Você faria uma viagem ao deserto sem um mapa? Você sabe intuitivamente que um plano, um guia ou um mapa – algum tipo de ferramenta – torna muito mais fácil viajar por um novo território.
Se a felicidade duradoura é algo novo para você, um lugar desconhecido, então você precisa traçar um plano ou estratégia que aumente passo a passo sua felicidade.

Como fazer um bom plano para conquistar a felicidade
Acontece que a felicidade não é algo que encontramos e nem alcançamos. Em geral, aprendemos e desenvolvemos habilidades que nos trazem felicidade, exatamente como aprendemos qualquer outra coisa. Provavelmente você é bom em algumas dessas habilidades, mas nem sempre em todas. Por exemplo, você pode ser excelente na resiliência (qualidade que ajuda a lidar com a frustração entre outras sensações que trazem infelicidade), mas pode não ser tão bom na empatia (outra qualidade que nos faz se relacionar melhor com o próximo). Ao praticar a resiliência, que é um ponto forte seu, você não se tornará mais empático. Dessa forma, é melhor utilizar o seu tempo praticando a empatia, umas de suas fraquezas e, dessa forma, melhorar seus relacionamentos, o que aumentará o seu nível de felicidade.
A ideia é trabalhar os seus pontos fracos que diminuem sua felicidade. O primeiro passo é você descobrir suas características fortes e fracas que influenciam a sua felicidade. Analise a forma como você expressa as seguintes habilidades abaixo que trazem felicidade em sua vida diária:

Pensamentos positivos sobre você:
Aceitação: a capacidade de aceitar a si mesmo e suas emoções sem nenhum julgamento.
Auto visão positiva: a capacidade de se ver como um ser humano bom e valioso.
Claridade: a capacidade de entender o que você valoriza, como você se sente e quem é você.
Reavaliação positiva: a capacidade de mudar seus pensamentos para que você possa experimentar de maneira mais positiva e mais duradoura as suas emoções.

Pensamentos positivos sobre os outros:
Tolerância a rejeição: a capacidade de aceitar as ações e pensamentos dos outros mesmo quando são contrários aos nossos.
Empatia: a capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa e ver o mundo na sua perspectiva.
Gratidão: a capacidade de agradecer as experiências e as pessoas que você tem em sua vida.
“Deixar para lá”: a capacidade de parar de se preocupar com as situações interpessoais negativas.

Comportamentos positivos envolvendo o eu:
Planejamento: a capacidade de desenvolver estratégias que te levem rumo aos seus objetivos.
Mentalidade de crescimento: a crença de que seus pontos fortes podem ser desenvolvidos através de trabalho árduo e dedicação.
Autocuidado: a capacidade de resistir a comportamentos pouco saudáveis como drogas, álcool e compras como meio para aumentar a felicidade.
Priorizando a positividade: a capacidade de priorizar o seu tempo para atividades que você gosta.

Comportamentos positivos envolvendo outros
Bondade: a capacidade de ser amigável, generosa e atenciosa com os outros.
Autonomia: a capacidade de resistir à influência dos outros, tomar suas próprias decisões e agir de acordo com seus valores.
Expressividade: a capacidade de se comunicar facilmente e compartilhar aspectos íntimos de si mesmo com os outros.
Assertividade: a capacidade de defender, falar e comunicar suas necessidades.
Depois que você conhecer as suas forças e fraquezas, diante desta lista, escolha apenas uma habilidade que seja uma fraqueza para você. É importante não tentar desenvolver muitas habilidades ao mesmo tempo. Se você se concentrar em muitas coisas, você terá dificuldade em avançar em qualquer uma delas.
Depois de decidir quais habilidades trabalhar, pense em como e quando você irá praticar. Planeje construir suas habilidades pelo menos um pouco a cada semana por alguns meses e veja se ela aumenta.

Tchiki Davis, Ph.D., é consultora, escritora e especialista em tecnologia do bem-estar. Por mais de uma década, ela ajudou a construir produtos, programas e serviços de felicidade para empresas sem fins lucrativos e com fins lucrativos, para crianças e adultos. Tchiki está atualmente trabalhando com as empresas de tecnologia do Vale do Silício e com o Greater Good Science Center da UC Berkeley.

Comentários

Powered by Facebook Comments