viagem

O paraíso na terra é no mar longínquo

Publicado em: 10/07/2015

Visitamos duas das costas mais lindas do mundo: a paradisíaca Tailândia e a selvagem Myanmar.

 

An island in Thailand

 

Por Graça Antonini

 

Se existe mesmo o paraíso, posso dizer que conhecemos sua forma. Muito mais que praias com areias brancas, águas quentes e cristalinas, o lugar é longe da civilização, quase intocado e com uma exuberância de vida marinha totalmente selvagem. Estou falando das inóspitas 800 ilhas do Arquipélago Mergui no isolado país asiático chamado Myanmar. Vamos falar, ainda, da magnífica costa da Tailândia que detêm o maior número de belas praias do mundo. Conferimos e trouxemos com exclusividade.

 

Myanmar:

Mergui Archipelagos

Convidaram-me para meu primeiro mergulho noturno. Iríamos mergulhar do cilindro na baía em que o barco estava atracado. Descemos há 13 metros de profundidade até o fundo. Enquanto iluminava coloridos peixes com minha lanterna, ouvi o som de metal que sabia ser do guia nos chamando e, sem grandes expectativas, fui ao seu encontro. Para a minha surpresa, me deparei com o incrivelmente dócil tubarão baleia vindo direto em nossa direção. Sua suavidade e gigantismo me hipnotizou e eu estava frente a frente com ele, enquanto a distância ia encurtando e nenhum de nós desviava. Só a 50 cm da enorme boca aberta do tubarão nos desviamos e ele seguiu dócil seu rumo, sem se abalar. Percebi que ele queria interagir comigo. Parecia brincar com o grupo que estava alucinado com sua presença: um jovem brincalhão de quase 6 metros. Ficamos na maior paz admirando seu esplendor e forma enquanto ele olhava curioso para minhas bolhas e a luz da lanterna. Nadamos lado a lado até o ar do meu cilindro acabar, pondo fim naquele encontro.

Desde que embarquei rumo ao imenso arquipélago Mergui, das 800 ilhas, no sul de Myanmar, algo palpitava no meu coração. Uma ansiedade por enfrentar em um pequeno barco quase 400 km mar adentro até o meio de uma das regiões mais inexploradas do planeta. Nos oito dias que viajamos, cruzamos com poucos barcos pesqueiros e apenas uma embarcação de mergulhadores. Inóspito e quase esquecido pelo mundo, o arquipélago Mergui se tornou um refúgio da vida marinha e de alguns mergulhadores turistas radicais que querem apreciá-la. A única vida humana no local são os poucos “nômades do mar”, os chamados “Salon” na língua birmanesa. Vivem com suas famílias em barcos durante a estação seca e voltam para a terra na época das chuvas e praticam as mesmas técnicas de pesca e construção de barcos utilizadas por seus antepassados.

Foram mais de 20 mergulhos, rasgando aquele fundo de mar rico e infinito. Nadamos com Arraia Gigante, observamos vários tipos de Cavalos Marinhos, ficamos cara a cara com venenosíssimos Peixe Pedra e Peixe Escorpião, deparamos em tocas com Lagostas gigantes, cruzamos cavernas com águas cristalinas de visibilidades de até 30-40 metros. Nos intervalos, aproveitávamos a fantástica paisagem de praias absolutamente desertas com águas cristalinas e areia branca e os rochedos exóticos que brotavam em mar aberto.

Dica: Existem algumas pequenas operadoras de turismo no Arquipélago Mergui. Todos ficam hospedados nos barcos em apartamentos com o mínimo de conforto. Mesmo não sendo necessária, é recomendada experiência prévia em mergulho autônomo. Para os que não são mergulhadores, podem ser programados passeios de caiaque, snorkeling e trekking nas ilhas. Quem quer estar imerso na natureza ficará em êxtase.

 

Tailândia

Montar numa pequena moto alugada e rumar para a paradisíaca Ilha de Koh Samui e, logo ao descer, dar de cara com estupenda praia de Lipa Noi descortinando suas águas cristalinas azul turquesa. O céu azul é uma perfeita amostra da Costa Paraíso/ Tailândia. Para fechar este cenário, um drink multicolorido em um dos vários luxuosos bares e o pôr do sol.

Conhecida mundialmente por suas praias paradisíacas, a Tailândia tem opções para todos os gostos. Desde jovens em busca de festa em um cenário bonito até casais que querem paz e silêncio. O país, do qual Bangkok é capital, é banhado por dois mares: o Andamão e o Golfo Tailândia, possuindo uma longa costa que agrada sempre, principalmente a quem não quer pagar caro.

 

Golfo da Tailândia

Koh Samui e Parque Marinho Nacional Mu Ko Ang Thong: As maravilhosas praias de Koh Samui são destino turístico popular na costa por seu clima propício e águas azul-turquesa.

Dicas: As pequenas Silver Beach e Crystal Bay são imperdíveis. Veja o pôr do sol em Lipa Noi e Taling Ngam. Agende um passeio com as empresas turísticas para o Parque Marinho Nacional Mu Ko Ang Thong para a prática de caiaque e trekking.

Koh Tao e Nang Yuan: A pequena ilha, até poucas décadas atrás inabitada, possui hoje dezenas de hospedagens, que incluem desde simples bangalôs até resorts de luxo.

Dica: Excelente local para prática de mergulho livre e snorkeling.

 

Mar Andamão

Koh Phi Phi: A Ilha Phi Phi é composta por seis pequenas ilhas. A maior, Phi Phi Don é ligada às demais por dois quilômetros de um corpo estreito que separa duas pequenas praias.

Dica: Koh Phi Phi é a mais famosa e a mais cheia, podendo incomodar quem está buscando paz e descanso.

Railay Beach: Quatro praias interconectadas formam a Railay Beach: as isoladas Tonsai, Phra Nang, East Railay e West Railay, acessíveis apenas de barco. A areia é branca, a água cristalina e a multidão uma mistura de viajantes boêmios e entusiastas da vida fitness.

Dica: A Railay Beach foi considerada a praia mais linda da Tailândia pelos viajantes segundo o Trip Advisor.

 

Underwater shoot of a gigantic whale sharks ( Rhincodon typus)

Comentários

Powered by Facebook Comments