pet

Quando é necessário uma cesariana em cadelas?

Publicado em: 10/12/2013

O acompanhamento da gestação pode ser decisivo no trabalho de parto sem problemas ou na intervenção cirúrgica de cesariana.

 Por *Dr. Marcelo Quinzani

1361898_46197807

Para nossa sorte, mais de 95% das gestações em cadelas terminam em parto normal. O restante pode levar ao sofrimento fetal com perda dos filhotes e/ou da mãe (mais raramente) e nesses casos temos que recorrer a cesariana o quanto antes.

O tempo de gestação relativamente curto, de 58 a 65 dias em média, faz com que no final da gestação cada dia seja diferente do outro culminando no início do trabalho de parto de uma hora para outra.

Algumas raças têm dificuldade de partos normais, principalmente aquelas com “cabeça grande” como os Buldogues Inglês, Buldogue Francês entre outros.

Outras vezes pode ser a fêmea que tem algum problema como bacia pequena, fraturas antigas em pelve ou outras dificuldades de parto. Mesmo as gestações de um único filhote podem levar a problemas de parto, pois tende a crescer muito e assim ter dificuldade de sair pelo canal pélvico.

De qualquer forma para aquelas cadelas com problemas de parto ou as raças citadas acima o acompanhamento da gestação no final do parto vai ajudar a identificar a hora certa de fazer a cesariana.

Assim esses animais predispostos devem ser monitorados no final da gestação e muitas vezes o procedimento da cesariana deve ser agendado, de acordo com as avaliações diárias, e baseado no tempo de gestação.

Normalmente a partir do 55° dia de gestação passamos a medir a temperatura da fêmea  em dias alternados ou todo dia  (24 horas antes do parto a temperatura tende a diminuir em um grau) e a fazer avaliações de batimentos cardíacos e movimentação fetal com exame de ultrassom, para definir a idade gestacional e identificar possíveis sofrimentos fetais, determinado assim a data correta da cesariana sem colocar em risco os filhotes pela prematuridade.

O serviço de reprodução e obstetrícia do Pet Care pode realizar esses e outros serviços nas suas duas unidades. O acompanhamento da gestação pode ser decisivo no trabalho de parto sem problemas ou na intervenção cirúrgica de cesariana.

* Dr. Marcelo Quinzani é médico veterinário e diretor clínico do Pet Care Morumbi

 

Comentários

Powered by Facebook Comments