agenda

Exposição Paris Haute Couture e o savoir-faire francês

Publicado em: 8/04/2013

Por Rita Vanhooydonck

Não há nada mais parisiense do que uma exposição sobre a alta costura, situada no coração de Paris. Uma oportunidade única de ver mais de 100 peças e vestidos históricos, e redescobrir célebres criadores como Christian Dior, Yves Saint Laurent, Coco Chanel, Christian Lacroix, entre outros.

O Hotel de Ville de Paris apresenta, pela primeira vez, uma exposição excepcional sobre a alta costura e seus 150 anos de historia. Mais do que um símbolo francês, a alta costura é especificamente um símbolo parisiense, uma atividade rica em expressão artística e de beleza, reconhecida desde o século XVII em toda Europa. A exposição Paris Haute Couture (Paris Alta Costura) nos promete não só maravilhar os vestidos e peças originais apresentados, mas também compreender todo o processo longo e artesanal exercido pelas maisons da alta costura.

mulher papel_opt

MAISON_AGNES_Musée Galliera © GallieraRoger-Viollet

O visitante pode acompanhar a incrível trajetória do nascimento de uma ideia ou desenho, até a sua realização final, vendo de perto a complexidade das criações e coleções de peças fora do comum. É possível, por exemplo, apreciar as etapas da confecção sofisticadíssima de um vestido da Maison Chanel, criado por Karl Lagerfeld, no ano passado.

A Exposição foi organizada pela direção do famoso museu de moda Galliera de Paris, em montagem muito bem cuidada, criando o clima de encantamento que envolve os visitantes. As peças foram selecionadas por Olivier Saillard e Anne Zazzo, diretor e curadora do museu Galliera. É patrocinada pela marca Swarovski, cujos cristais estão presentes em alguns dos vestidos.

ateliers_Jacques Boyer_opt

ateliers_Jacques Boyer 1907 © Jacques Boyer/Roger-Viollet

A primeira parte nos transporta ao universo da alta costura, sua evolução e particularidades, através de fotografias dos ateliês do começo do século, moldes, documentos e desenhos originais, feitos por estilistas renomados como Yves Saint Laurent e Lacroix. Muito além do glamour e do talento dos estilistas, a exposição nos faz descobrir o intenso trabalho envolvido na produção de peças excepcionais, feitas manualmente, sob medida, num trabalho minucioso que originava peças exclusivas. Um savoir-faire inestimável que englobava inúmeros artesãos, como costureiras, bordadeiras, rendeiras e plissadeiras, tornando possível a magia e a harmonia de uma peça.

Na segunda etapa, encontram-se mais de 100 vestidos e peças originais marcantes, dispostos de maneira quase cronológica. Vestidos de épocas distintas “dialogam” entre si, permitindo fazer comparações entre passado e atualidade, e compreender que a moda sempre pode buscar sua fonte de inspiração nas referências históricas. Um vestido majestoso de 1895, assinado por Charles Frederick Worth, ao lado de outro de Christian Lacroix, dos anos 90, que é tão majestoso quanto, mostra a clara influência da belle epoque sobre Lacroix, por exemplo.

LACROIX_1991_© Collect_opt

Christian Lacroix 1991-1992 © Collection Musée Galliera

Cada peça nos transporta para uma história diferente, de uma determinada época, mexendo com a imaginação. Entre os vestidos dos anos 20 – os anos loucos – temos a impressão de estarmos em uma verdadeira noitada na Paris daquela época, como no filme de Wood Allen Meia Noite em Paris, cenário perfeito para o vestido de paetês, de 1925, de influência oriental, assinado por Jean Patou. Outro vestido que se destaca é a criação de Madeleine Vionnet, nos anos 30, que inclusive ilustra o cartaz da exposição. É uma peça de seda que simboliza toda a beleza e maestria dessa arte.

Mergulho na história
O publico poderá compreender fácil e rapidamente o universo da alta costura, termo que nasceu no final do século XIX. Se na primeira metade do século XX existiam 500 maisons que trabalhavam com alta costura em Paris, hoje, elas não passam de 20. Segundo Olivier Sailard, diretor do museu Galiliera e curador da exposição, “a alta costura é uma arte inestimável que pertence ao patrimônio francês e humano”.

vestido sem fundo_opt

Pierre Balmain,1955-1956 © Collection Musée Galliera

A exposição é relativamente curta, mas impressiona e da vontade de trabalhar com moda. Aconselho começar a visita pela manhã, devido às filas enormes.

VIONNET_1932_© Collect_opt

VIONNET_1932 © Collection Musée Galliera

Exposição « Paris Haute Couture »
Hôtel de Ville
5 rue de Lobau. 75004 – Paris, França
Período: 2 de março à 6 de julho 2013
Aberto todos os dias das 10:00  às 19:00 horas (salvo domingos e feriados)
Entrada gratuita
Tèl :+33 01 42 76 51 53
Organização / curador
Olivier Saillard, diretor do museu Galliera

Comentários

Powered by Facebook Comments