comunidade

Puro Sangue

Publicado em: 14/06/2012

Por Renata Guerreiro Fotos Ney Messi

O Helvetia Riding Center, localizado dentro do Condomínio Indaiá, em Indaiatuba, recebeu no início deste mês a 31ª Exposição Internacional do Cavalo Lusitano, o principal evento da raça no país. A mostra trouxe os principais criadores brasileiros, além de alguns vindos de países como Portugal, Estados Unidos e Canadá, entre outros.

O evento, organizado pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Puro-Sangue Lusitano (ABPSL), entidade responsável por normatizar às ações referentes ao PSL no Brasil, recebeu cerca de 400 animais, para disputas morfológicas e funcionais, com todas as emoções do esporte equestre. A novidade desta edição foi a transferência de sua realização para o interior, assim, aproximando a importante exposição do campo e dos criadores da região.

Algumas provas esportivas e concursos que apontam os melhores animais, segundo padrões estabelecidos pela raça, estiveram em pauta. Destaque para competições de Adestramento Clássico e Equitação de Trabalho, modalidades em que o Puro-Sangue Lusitano conquistou títulos ano a ano, com uma ótima reputação internacional (marcando presença em Jogos Olímpicos, Pan-Americanos e Campeonatos Mundiais, entre 2007 e 2012). A modalidade Salto completou o programa, atestando a evolução dos Cavalos Lusitanos nesse tipo de disputa.

O Concurso de Morfologia teve a missão de apontar os melhores machos e fêmeas desta edição. Este é sempre um momento bastante aguardado pelos apreciadores do PSL. No Helvetia Riding Center brigaram pelos títulos máximos machos e fêmeas com idades entre 1 e 4 anos hípicos, além de animais adultos. Foram realizados também concursos de Progênie e Melhor Cabeça, além da aprovação de novos garanhões. Em meio a muitas surpresas e performances especiais, o Horseball, o futebol a cavalo, ajudou a agitar o fim de semana no evento.

Os Cavalos Lusitanos

A Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Puro-Sangue Lusitano (ABPSL), presidida, no biênio 2011-2012, pelo empresário José Francisco Brito Eusébio, foi fundada em 1975, com o principal objetivo de desenvolver e manter o studbook da raça, fomentando a criação deste milenar animal no Brasil. Atualmente, o país conta com aproximadamente 12 mil Cavalos Lusitanos registrados e ostenta o status de um dos maiores exportadores mundiais do animal, ajudando a raça a conquistar reconhecimento internacional. Em Portugal, berço natural do PSL, também existem animais nascidos no Brasil, mas Estados Unidos e México são os maiores compradores dos Lusitanos criados por aqui.

 

Comentários

Powered by Facebook Comments