casa

Casas verdes

Publicado em: 12/03/2012

Por Karrie Jacobs, no Texas

As casas são pequenas para os padrões norte-americanos. A proposta arquitetônica é decididamente retilínea. A aparência de caixote é minimizada pela inclinação da cobertura, em forma de asa de borboleta, em um ângulo calculado para receber painéis fotovoltaicos e canalizar a água da chuva para armazenagem.

SOL, que significa Solutions Oriented Living, ou, em tradução aproximada, Soluções Orientadas para a Vida, é uma tentativa ambiciosa de mudar as convenções americanas. Foi desenvolvido em parceria por Chris Krager, arquiteto do escritório KRDB, e Russel Becker, engenheiro civil e proprietário da Beck-Reit & Sons, uma empresa de construção.

A proposta é que a comunidade do condomínio SOL Austin não seja apenas sustentável em termos de design e materiais, mas também net zero, ou seja, um conjunto residencial que produz toda a energia que consume, com casas supereficientes dotadas de painéis solares e poços geotérmicos.

O SOL fica na região leste de Austin, capital do estado do Texas. Todas as casas no SOL têm o mesmo (alto) nível de conservação de energia: todas usam 55% menos energia do que uma casa típica. E todas foram construídas com materiais tidos como “verdes”, como tintas com baixa emissão de compostos voláteis, que poluem o ar, e armários que não emitam formaldeídos presentes em alguns compensados e laminados decorativos. (New York Times)

Comentários

Powered by Facebook Comments