guia

Massachusetts

Publicado em: 10/10/2011

Por Pedro Garcia, em Boston

Um belo quadro

O observatório Skywalk fica no topo do prédio Prudential Tower. Oferece uma visão panorâmica de 360° da cidade. A vista é magnífica. Casas antigas em contraste com árvores, o Charles River e as construções modernas compõem um belo quadro a 229 metros de altura.

A número 1

Fundada em 1636, em Cambrige, Harvard é a instituição de ensino superior mais antiga dos Estados Unidos. No início foi batizada como New College. Em 1639, mudou de nome, quando, após seu falecimento, o pastor inglês John Harvard deixou metade de seus bens e sua biblioteca de 400 livros para a instituição. Figura em primeiro lugar no “Academic Ranking of World Universities” desde 2003, ano em que a lista foi criada. Tem 20 mil alunos.

Primeira impressão

A Harvard Yard está no centro da Universidade de Harvard. A escola é cercada por muros e portões e, ao entrar, o visitante se depara com uma impressionante imensidão verde contrastada com os prédios antigos. São datados em grande parte do século 18 e 19, sendo que o mais antigo deles, Massachusetts Hall, remota ao ano de 1720.

Fenway(zão) Park

Inaugurado em 20 de abril de 1912, o Fenway Park, casa do Boston Red Sox, é o estádio mais antigo da Major League Baseball (MLB). Com capacidade para 37,5 mil pessoas, a arena conta com lanchonetes, bares e lojas de artigos oficiais do Red Sox.

Line up

Assistir a uma partida de baseball é na verdade um passeio completo. Como o jogo dura mais de três horas, os torcedores saem de seus lugares para comprar lanches ou beber cerveja. Há também algumas apresentações de cantores. É possível passar o dia inteiro no estádio.

Programa de família

Diferentemente do Brasil, onde não se veem mais muitas famílias nos gramados, os estádios americanos são frequentados por mães, filhos e filhas pequenos e até mesmo avós. Além disso, a torcida adversária convive em perfeita harmonia com os torcedores da casa, sentando lado a lado com seus anfitriões.

Bugigangas eletrônicas

Impressionante como os americanos são viciados em gadgets. As pessoas dificilmente conversam. Praticamente todos têm um iPod, um iPad, um Kindle, um Blackberry ou algum tipo de celular touch screen. Se não estão jogando ou acessando a internet, estão ouvindo música. Pelo menos, usam fone de ouvido.

Arroz com feijão

Saudade do arroz e feijão, de uma carne bem servida e de comida com tempero. Os americanos comem arroz parbolizado. Já o feijão é doce, totalmente diferente do feijão brasileiro.

Estante

Contando com um acervo de 24 milhões de itens, a Biblioteca Pública de Boston é a segunda maior biblioteca dos Estados Unidos, atrás apenas da Biblioteca do Congresso. Além dos 8,9 milhões de livros, possui inúmeros manuscritos, escrituras, mapas e partituras. Entre os itens raros, estão várias primeiras edições dos fólios de Shakespeare e partituras originais de Mozart.

Palácio para o Povo

A biblioteca fica no edifício McKim, localizado em Copley Square. O prédio é, na verdade, somente a sede da rede de 26 filiais que compõem a biblioteca. Foi inaugurado em 1895, para suportar o constante crescimento da biblioteca, e batizado de “Palácio para o Povo”.

Aconchegante

No pátio central do McKim, está o lugar mais aconchegante da biblioteca. Ao redor de um simpático jardim, cercado por colunas e janelas tipicamente europeias, as pessoas se acomodam para ler um livro, acessar a internet, ou simplesmente relaxar um pouco. No centro do jardim, há uma fonte com uma bela estátua, obra do artista Frederick William Macmonnies.

Paraíso das compras

Paraíso para quem gosta de fazer compras, este gigantesco outlet está localizado a cerca de uma hora de Boston, em Wrentham. Entre as 170 lojas, há grifes com descontos impressionantes. Vale a pena conferir!

 

Comentários

Powered by Facebook Comments