guia

Massachusetts

Publicado em: 30/09/2011

Por Pedro Carvalho Garcia, em Boston

Sinal verde
Surpreende em Boston a educação no trânsito. Todos respeitam o semáforo e o pedestre tem preferência. É raro ouvir uma buzina. Embora seja uma cidade com 6 milhões de habitantes, não é caótica como outras metrópoles.

Mão dupla
Quase não existem ruas estreitas. As vias públicas têm duas mãos e são dominadas por carros de grande porte. Enquanto no Brasil há uma preferência por carros hatch, nos Estados Unidos, os sedans e as pickups prevalecem.

O “T”
O sistema de transporte público chama-se Massachusetts Bay Transportation Authority (MBTA), comumente batizado de “T”. Quando alguém deseja saber onde é o ponto de ônibus ou a estação de metrô mais próxima, deve perguntar pelo “T”. Pontos e estações são marcados por uma placa com essa letra.

Pontualidade britânica
Além de bem demarcado, o sistema é super pontual. Placas indicam a chegada exata do transporte, como 2:43p.m. Pena que algumas linhas param de funcionar por volta das 7h da noite.

Downtown
No coração da cidade, está a Copley Square, onde fica a biblioteca pública. A construção, edificada na metade do século 19, impressiona pela riqueza de detalhes. Fica ainda mais bela quando em contraste com o John Hancock Tower, um aranha-céu de janelas espelhadas, com 241 metros de altura.

Contraste
É visível o contraste entre o antigo e o moderno em Boston. Ao olhar para cima, a pessoa vê magníficos prédios de pedra ou tijolo à vista enquanto, no nível da rua, estão as mais modernas lojas, como Best Buy e Burguer King.

Newton
Newton tem 80 mil habitantes e faz divisa com Boston. É uma das cidades mais seguras de Massachusetts. As casas possuem o mesmo estilo. Sobrados com várias colunas na varanda, paredes coloridas de madeira e telhado bem inclinado. Sem muros, as construções parecem datar de uma outra época.

Timão
Boston tem três grandes times. O time de basquete é o Boston Celtics. O time de baseball é o Boston Red Sox. O time de futebol americano, que representa toda a região da Nova Inglaterra, é o New England Patriots.

Cosmopolita
Nova York é a cidade mais cosmopolita dos Estados Unidos. Porém, Boston também concentra muita miscigenação. Já encontrei motorista de ônibus hondurenho, garçom afegão, professora iraniana e uma vendedora de celular da República Dominicana.

A maldição do Bambino
Uma das maiores rivalidades no esporte americano é entre o Boston Red Sox e o New York Yankees. Contabilizando mais de duas mil partidas, o time de Big Apple leva vantagem sobre o time de Boston, em grande parte, por causa da chamada “maldição do Bambino”. Começou em 1918, quando o Sox vendeu seu principal jogador, Babe Ruth, o Bambino, para os rivais, a fim de financiar uma peça da Brodway. A partir de então, o time de Boston ficou 86 anos sem ganhar um campeonato.

Churrasco
Os americanos não costumam comer diferentes tipos de carne. Nem sabem o que é picanha. Churrasco por aqui é feito em uma daquelas churrasqueiras com rodinhas, como as dos filmes, e eles preferem comer diferentes tipos de linguiça, todas bem apimentadas.

Mount Ida College
Mount Ida College é um lugar muito aconchegante. Cheia de árvores, a universidade de Newton lembra um vilarejo de algum lugar da Europa. Os centros acadêmicos são casinhas de madeira. Esquilos e outros animais de pequeno porte freqüentam seus gramados.

Elegância
Mesmo no verão daqui, que vai até meados de setembro, as pessoas se vestem de forma muito elegante.

 

Comentários

Powered by Facebook Comments