comportamento

5 etapas essenciais para salvar um relacionamento

Publicado em: 5/06/2017

As boas relações a dois florescem e persistem mais se não houver desigualdades de poder e táticas de manipulação

 

relacionamento-serio

 

 

Por Ari Tuckman – EUA

Lembre-se dos primeiros dias do seu relacionamento, quando o seu parceiro não largava de você. Ele ou ela ligaria constantemente, ficaria no telefone por horas, conversaria com você a noite toda. Agora o tempo passou, e você não fica mais com borboletas na barriga quando pensa no seu amor. A faísca apagou. Você ainda tem sentimentos românticos por ele ou ela, mas sente que seu parceiro não se importa tanto com o relacionamento – ou, pelo menos, não tanto quanto você. Você está em desvantagem.

É natural sentir-se ansioso e triste quando isso acontece. Sua angústia pode levá-lo a tentar usar várias táticas de manipulação e artimanhas para obter vantagem em seu relacionamento. Mas cuidado, jogar no relacionamento para ganhar ou recuperar o poder pode levar ao seu fim. Há muitas relações em que uma pessoa possui mais poder do que a outra, mas essas relações tendem a ser extremamente nocivas. Relações fisicamente ou verbalmente abusivas, relacionamentos em que apenas um parceiro está traindo e relacionamentos em que um parceiro possui mais bens do que o outro (que não são de propriedade conjunta) são muitas vezes condenados a falhar ou a causar desgosto e infelicidade.

Se você sentir que seu parceiro está se afastando, o caminho a percorrer não é tentar ganhar (ou recuperar) o poder em seu relacionamento. O “poder” não lhe dá o que você deseja. O que você realmente quer é ser amado, você quer que seu amor seja retribuído, quer elogios, admiração e respeito. Seus sentimentos negativos sobre o relacionamento decorrem de uma falta percebida desses motivos.

Como você recupera tudo? De que maneiras você pode agir para restaurar o amor recíproco? Aqui estão cinco coisas que você pode fazer para ajudar a reparar um relacionamento danificado:

 

Liberte-se um pouco

Se você sentir que perdeu o poder em seu relacionamento, pode ser porque você estava muito ansioso para passar o tempo com a outra pessoa ou tentando desesperadamente manter o relacionamento vivo. Dê um tempo para você, tenha outras paixões que não sejam apenas o seu relacionamento. Passe algum tempo com seus outros interesses (esportes, passatempos, escola, trabalho, etc.) e dê a seu parceiro o espaço que ele ou ela precisa.

 

Pare de jogar

Muitos  sites “especialistas” em relacionamentos irão dizer para praticar jogos de poder para recuperar o amor em seu relacionamento ou para reativar a faísca. Não faça isso. Se você ignorar intencionalmente seu parceiro ou agir intencionalmente frio e distante, você estará jogando. E mesmo que esse tipo de comportamento leve a uma maior atenção do parceiro por um curto período de tempo, ele não terá um efeito duradouro em seu relacionamento. Se você age indelicadamente ou maldosamente com frequência, ignora o seu parceiro ou fica frio e distante, ele acabará perdendo interesse em você.

 

Respeite os desejos do seu parceiro

O desejo do seu parceiro não deve ser desprezado, mas isso não significa que, ao não aderir aos desejos dele, você estará desrespeitando-o. Por exemplo, se o seu parceiro deseja ter um relacionamento a três, e você não quer. O respeito é o fator mais importante em um relacionamento. Se você perde o respeito pelo seu parceiro, ou ele perde o respeito por você, seu relacionamento pode ser irremediavelmente danificado. Para demonstrar respeito pelo seu parceiro, pare de se concentrar no negativo em seu relacionamento e comente os aspectos positivos. Seja generoso com elogios e comportamentos atenciosos. E para recuperar o respeito, se você acha que o perdeu, aprenda a estabelecer fronteiras.

 

Estabeleça limites

Deixe plenamente claro para o seu parceiro que tipo de comportamento você irá ou não tolerar – mas não faça isso no meio de uma briga ou enquanto bebe álcool. Se o seu parceiro agir de uma forma que você não aguenta ou fizer um comentário ofensivo, aponte o comentário ou ação que foi ofensiva e diga que você não quer que ele repita isso. Mantenha o volume da sua voz baixa e use um tom amável. Se, por outro lado, seu parceiro tende a se tornar agressivo, por exemplo, ao beber, então ele tem um problema sério, que precisa ser abordado. Você pode ajudar, mas não trazendo suas preocupações, enquanto ele está bebendo ou sendo grosseiro. Aguarde até ficar sóbrio e calmo e, em seguida, exprima suas preocupações o mais calmamente possível.

 

Livre-se dos pecados passados

Se você traiu ou se comportou mal com seu parceiro, você precisa se desculpar genuinamente e aceitar que ele pode não confiar em você ou amá-lo do jeito que ele ou ela fez antes. A única coisa que você pode fazer nessa situação (assumindo que você não possui mais conexão com a outra pessoa, não repete mais o mal comportamento e expressou sinceramente seus arrependimentos para o seu parceiro) é mostrar o quanto você o ama todos os dias. Supondo que você não cometa outras infidelidades, e que você ainda está com o seu parceiro, ele ou ela pode finalmente voltar a amar e confiar em você.

 

Berit Brogaard, D.M.Sci., Ph.D., Professora e Diretora do Brogaard Lab for Multisensory Research at the University of Miami. Médica graduada em Neurociência e Doutorada em filosofia. Autora de centenas de artigos e dos livros: Transient Truths (Oxford), On Romantic Love (2015) and The Superhuman Mind (2015). Presidenta do Southern Society for Philosophy and Psychology e do Central States Philosophical Association.

Comentários

Powered by Facebook Comments