destaques

Estudantes vão ensinar a população a salvar vidas no Tênis Clube

Publicado em: 10/05/2017

Evento, que é gratuito e aberto ao público, acontece sábado, das 8h às 16h

 

Estudantes de Medicina e Enfermagem da Liga do Trauma da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) farão, com o apoio de professores e outros profissionais de saúde, um mutirão no próximo sábado, 13, no Tênis Clube Campinas, para ensinar a população a salvar vidas através das manobras de RCP (Reanimação Cardiopulmonar). Qualquer pessoa pode participar do evento, que ocorre das 8h às 16h, no ginásio do clube. Os organizadores pedem apenas a doação de um agasalho em bom estado que será encaminhado a entidades assistenciais.

 

O evento, coordenado pela SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) e Instituto Terzius, faz parte do Programa Salvando Vidas, que desenvolve ações em todo o Brasil para ensinar medidas simples para que as pessoas saibam agir em situações de urgência,  e também é uma comemoração ao Maio Amarelo, movimento de conscientização sobre a importância de um trânsito mais seguro.

 

A parada cardiopulmonar é um evento súbito e imprevisível, que pode acontecer a qualquer momento e com qualquer pessoa. Consiste em uma perda abrupta das funções cardíaca e pulmonar, levando a óbito, se não for revertida. O tratamento empregado nesses casos é a reanimação cardiopulmonar. Para saber como proceder em uma situação como esta, as pessoas que participarem do treinamento vão aprender a reconhecer uma parada cardíaca, a pedir ajuda e iniciar imediatamente as compressões torácicas.

 

“Na maior parte dos casos, as paradas cardíacas acontecem fora do ambiente hospitalar e cerca de 90% das vítimas morrem antes de chegar ao hospital. No entanto, uma reanimação cardiopulmonar imediata pode aumentar muito as chances de sobrevivência”, explica o cirurgião do Trauma e coordenador do Comitê de Prevenção da SBAIT, Gustavo Pereira Fraga.

 

O presidente da entidade, José Mauro da Silva Rodrigues, destaca que é fundamental a difusão deste conhecimento. “Quanto maior o número de pessoas aptas para fazer o procedimento de RCP, maior o número de pessoas salvas. As estatísticas mostram que as ações feitas nos primeiros minutos após a parada cardíaca são fundamentais para que a vítima sobreviva”, afirma.

 

O evento tem o apoio da EMDEC (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), Secretaria dos Transportes, Prefeitura de Campinas, ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária), GRAU (Grupo de Resgate e Atendimento a Urgências), Corpo de Bombeiros, Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, UniversIDADE, Tênis Clube Campinas e Campinas Basquete Clube.

 

Quem quiser participar pode fazer a inscrição gratuita antecipada no site www.salvacoracao.com.br ou na hora do evento. O Tênis Clube Campinas fica na Rua Coronel Quirino, 1346 – Cambuí.

Comentários

Powered by Facebook Comments