gastronomia

O INUSITADO EVENTO DOS GALÁTICOS DA COZINHA

Publicado em: 7/11/2016

Sessenta mega chefs trocam seus restaurantes em 20 países, no mesmo dia, e surpreendem os convidados. O restaurante D.O.M é o único que participa do Brasil

 

grand-gelinaz]

Por Marc Szeligowski

O evento gastronômico chamado Gelinaz Grand Shuffle Two, se consagra em sua 2ª edição de 2016, como um dos mais importantes e criativos da culinária mundial, definindo-se como a própria palavra Shuffle (embaralhar).

Durante 24 horas, em 20 países diferentes, grandes chefs do mundo trocarão seus restaurantes entre si. Quarenta destes chefs irão trocar de vida por três dias e de restaurante por um dia. Como assim? Vamos por partes.

Gelinaz é um projeto coletivo de chefs de autoria do italiano, Andrea Petrini, jornalista, escritor, mentor de festivais. Foi descrito pela Time como um criador de estrelas da cozinha e uma das personalidades mais influentes da gastronomia a nível mundial. Em entrevista ao jornal Público, em 2015, dizia que uma das coisas que mais o aborrecia era a rotina. Assim, não é de se admirar que ele próprio criou este evento que acima de tudo quebra a rotina — não só de quem come, mas também, e principalmente, de quem cozinha.

Este Grand Shuffle Two (two porque é a segunda edição) funciona da seguinte forma: reúne 60 dos melhores chefs do mundo inteiro, para uma maratona de refeições que acontecerão em 20 países diferentes, ao longo de 24 horas consecutivas, graças aos respetivos fusos horários. Desses 60 chefs, 40 vão trocar diretamente de restaurante, de fornecedores e até de residência.

Expliquemos melhor: durante três dias, cada chef viverá na residência daquele com quem trocou de lugar, comprará os produtos que o outro costuma comprar e no dia do evento será responsável por manter o bom nome do restaurante do seu par, servindo um menu de 8 pratos. O público compra os bilhetes com antecedência e só saberá quem será o chef responsável pela sua refeição no dia do evento.

Desta lista de 40 chefs, incluem uma série de galáticos da cozinha, dentre eles o português José Avillez (2 e 1 estrelas Michelin), em destaque em nossa matéria anterior, Massimo Bottura, da OsteriaFrancescana (1º da lista World’s 50 Best Restaurants e três estrelas Michelin) Virgílio Martinez, do Central, em Lima (4º da mesma lista), Annand Gaggan, do Gaggan em Bangkok (23º), René Redzepi, do Noma, em Copenhaga (5º e 2 estrelas Michelin), e o nosso brasileiro Alex Atala do D.O.M, em São Paulo (11º e 2 estrelas Michelin)- entrevistado no passado com exclusividade pela Residenciais.

Já em Bruxelas, na chamada Sede do Evento, ocorre uma segunda fase do evento, lá ficarão concentrados 20 outros grandes chefs, que reinterpretarão, para quatro jantares de três horas cada, as receitas que os outros 40 criarão, baseadas nas experiências que terão do restaurante que lhes acolheu. Neste grupo de mestres está o ícone, o espanhol Albert Adrià.

O quê? Grand Gelinaz Shuffle Two

Onde? Em 20 países, incluindo Brasil (Restaurante DOM) e Portugal (Belcanto – divulgado na matéria ao lado e LOCO, ambos em Lisboa).

Quando? Dia 10 de novembro de 2016.

Quanto? O preço de cada jantar varia em torno de 200 por pessoa. Serão servidos menus de degustação de oito pratos e as bebidas não estão incluídas no preço.

Reservas? Até o fechamento desta edição ainda haviam vagas no Restaurante D.O.M em SP.

Comentários

Powered by Facebook Comments